[ editar artigo]

Vídeo curto: três etapas para testar sua criatividade

Vídeo curto: três etapas para testar sua criatividade

Não importa o tipo de negócio que você possui, quando se trata de compartilhamento de vídeo nas redes sociais, pequenas informações em formato de vídeo podem ser uma ótima maneira de fornecer informações sobre o seu trabalho e cotidiano.

O que é considerado um vídeo curto?

O vídeo de formato curto refere-se a qualquer vídeo com menos de 10 minutos. 

Neste artigo, vou abordar sobre a minha experiência com o vídeo super curto, entre 15 a 60 segundos.

Com a pandemia, home office e tantas mudanças, passei a ter mais tempo  em casa. Passei a assistir mais Netflix, jogar truco online (haha), curtir mais a Nina (minha dog) e ativei minha conta no TikTok.

Que jornada, meus amigos!

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Aí, que tudo aconteceu.

Descobri uma coisa maravilhosa: o Tiktok não era uma rede social somente para crianças e adolescentes. Não era chato e vazio, como muitos falavam. Aliás, têm de tudo, viu! rs

Não estou te induzindo a abrir uma conta lá, ok? Agora, o Instagram tem o Reels e você pode tentar lá também.

Bom, passei a observar que os vídeos mais curtos eram uma boa estratégia para fortalecer minha marca pessoal, de um jeito criativo e divertido, com alto impacto na vida das pessoas.

O TikTok já possui 80 milhões de usuários, apenas 200 milhões a menos que o Instagram. A própria Organização Mundial de Saúde (OMS) fez uma parceria com o app para divulgar informações seguras e confiáveis sobre o COVID-19.

Passei por três fases lá no TikTok e vou compartilhar com você.

#FASE 1: Destravando

Iniciei com vídeos de dublagem e humor.  Até mesmo para testar essa rede social e descobrir como ocorriam as interações.

Adaptei meus conteúdos para vídeos informativos, criativos e com uma dosagem de humor. Os temas foram direcionados para medidas de prevenção à Covid-19, saúde pública, doenças crônicas e raras.  

#FASE 2: Desmistificando

Me conectei com profissionais de diversas áreas: enfermeiros, advogados, fisioterapeuta, fonoaudiólogos, médicos, marketing, cozinheiro, pedreiro, barman, artistas, estudantes, etc. Todos, como diz a Laíze Damasceno, "vendendo seu peixe".

A partir das primeiras publicações, analisei os resultados por meio de alguns indicadores:

  • Número de seguidores: progressão de seguidores de forma acelerada. Não é a única métrica, mas foi um indicador que achei importante analisar;
  • Interação: pessoas interagindo com meus conteúdos e compartilhando.
  • Migração para o perfil do Instagram: pessoas passaram a me seguir no Instagram para conhecer melhor o meu trabalho.
  • Fortalecimento de Relacionamento: a interação no inbox foi significativa: mensagens de apoio e carinho, sugestões de temas, desabafos, busca de ajuda e orientação.

#FASE 3: Teste aprovado

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Além de me divertir, planejava cada vídeo com muito cuidados sobre as informações oferecidas. Dosadas com empatia, solidariedade, esperança e respeito.

Bom, o que eu quero te dizer com a minha experiência no TikTok é que a grande sacada está especificamente no poder de um vídeo curto e criativo.

Você pode contar sua história de forma leve. Abordar sobre o que você faz de melhor e vender seu produto ou ideia.

Não é de estranhar que empresas passaram a buscar candidatos para vagas de emprego por meio do TikTok. Um bom exemplo disso é a Nestlé que utilizou pela primeira vez o aplicativo para selecionar um gerente de marketing.

"O candidato teria que criar um vídeo no app com no máximo 60 segundos, contendo uma música que o representa, uma breve descrição pessoal e profissional, porque quer concorrer à vaga e o que pode agregar à jornada de fortalecimento da marca e crescimento do negócio."

Além disso, empresas estão solicitando o conhecimento de fazer vídeos no TikTok como critério de contratação. Não é incrível?

A minha experiência e tudo que tenho lido me leva a crer que além de popularidade, o Tiktok veio para chamar a atenção de temas importantes em nossa sociedade. Em especial, sobre saúde.

Se tudo que você leu tem a ver com você, a produção de vídeo curto e criativo pode fazer parte da sua estratégia para fortalecer sua marca pessoal. 

Levar informação segura e confiável por meio de vídeo curto foi uma experiência fantástica de me conectar com o público. São pessoas que buscam informação sobre saúde de uma forma diferente do que se vê por aí. 

E você, ficou animado para publicar seu primeiro vídeo ? =)

 

Comunidade Marketing de Gentileza
Geisa Luz
Geisa Luz Seguir

Carrego a missão de desenvolver ideias e ações em saúde pública, no âmbito das doenças raras, com informações confiáveis para impactar a sociedade e salvar vidas. Enfermeira, consultora em doenças raras e graves e palestrante.

Ler conteúdo completo
Indicados para você