[ editar artigo]

Quando uma palavra pode fazer grande diferença na vida de alguém

Quando uma palavra pode fazer grande diferença na vida de alguém

Essa foto que tirei recentemente é uma das lindas cenas do primeiro filme da trilogia “O Senhor dos Anéis” de J. R. R. Tolkien, disponível na Netflix e que resolvi reassistir.

O angustiado personagem Frodo diz ao seu fiel amigo Sam -"Fico feliz que esteja comigo". Sam decide acompanhar Frodo em sua difícil missão de levar o maligno anel do poder até o lugar onde havia sido forjado e no qual poderia ser destruído - as sombrias montanhas de Mordor.

Fiquei com os olhos cheios d'água de novo. Que incrível poder  é esse que uma palavra ou atitude amiga podem ter!

10 de setembro foi o dia mundial de prevenção ao suicídio, mas a campanha #SetembroAmarelo vale, na verdade, o ano todo.

O #SetembroAmarelo tem como missão diminuir e evitar os alarmantes índices de suicídios no Brasil, que hoje representam 12 mil. Mundialmente, esse número chega a mais de 1 milhão. ⚠️

Segundo o site da campanha,  https://www.setembroamarelo.com/, cerca de 96,8% dos casos registrados se devem a transtornos mentais como depressão, transtorno bipolar, entre outros. Por meio de ações de conscientização, parcerias e apoio o movimento tem crescido e já atinge o País inteiro.

Além de poder consultar o site para saber mais sobre todas as iniciativas e como se engajar, você também pode fazer a sua parte espalhando mais conforto e gentileza, a começar pela palavra, seja escrita ou falada.

Para isso ter efeito, basta você  acionar um dos principais ingredientes do que chamo “arroz com feijão” da comunicação descomplicada – ter empatia e pensar no impacto que sua mensagem pode causar no outro. E nesse caso, principalmente, vale acrescentar a compaixão.

Daniel Goleman, autor do livro "Inteligência Emocional", em entrevista feita por Andrea Ovans (4 maio de 2015), menciona que a compaixão leva a empatia um passo além do entendimento:

"[...] Quando você sente compaixão, sente angústia quando testemunha outra pessoa sofrendo - e, por causa disso, quer ajudar essa pessoa.  [...] a compaixão faz a diferença entre entender e se importar.

[...] Uma disposição positiva em relação a outra pessoa cria o tipo de ressonância que gera confiança e lealdade, tornando as interações harmoniosas. 

[...] todos podem fazer algo para conduzir as situações na direção certa, mesmo que seja apenas se aproximar e ser amigável com alguém que pertence a outro grupo".

(GOLEMAN, Daniel et al. Empatia. Coleção Inteligência Emocional: Harvard Business Review, Rio de Janeiro, Sextante, 2019, pp 127-8 e 134)

Não apenas entender, mas se importar verdadeiramente com o outro, gera transformações positivas. Quem assistiu ou ainda for assistir à trilogia de "O Senhor dos Anéis" vai perceber o papel que o compassivo Sam representa para Frodo. (Juro que não dei nenhum spoiler 😉)😉😉

Vamos espalhar atitudes e palavras mais generosas nas redes e cultivar relações mais gentis? 

 

 

 

Comunidade Marketing de Gentileza
Vera Natale
Vera Natale Seguir

Ajudo pessoas e empresas a traduzir ideias e projetos em palavras fáceis de entender e comunicar, usando técnicas criativas. Sou especialista em Escrita e Comunicação Descomplicada, apaixonado por palavras e o poder que têm de transformar o mundo.

Ler conteúdo completo
Indicados para você