[ editar artigo]

Tudo bem não dar conta de tudo

Tudo bem não dar conta de tudo

Esse é o recado que tenho para as pessoas que não estão sendo tão produtivas ou que não se acham tão boas dentro do que fazem. Fique calma(o) e fique bem. 

Vivemos em uma época em que as pessoas gostam de mostrar a vida perfeita. Como elas conseguem acordar cedo, fazer ginástica, cozinhar, trabalhar e cuidar dos outros. 

Observar essas diversas vidas perfeitas na internet pode fazer muito mal. Antes de se comparar com os outros não se esqueça que cada tem a própria trilha, as próprias as dores e os próprios desafios. Faça sempre o seu melhor, mesmo que pareça pouco. O importante é que faça, nem que seja em doses homeopáticas.

E, se por acaso não conseguir fazer, relaxe. Não deixe a ansiedade dominar você. Haverá outras coisas na vida que você conseguirá realizar. Você não é feita(o) de uma coisa só. Às vezes a gente deve deixar para amanhã o que não consegue começar hoje. Não se culpe, apenas siga em frente.

Abaixo compartilho o TED da Ruth Manus, sobre o impacto dos influenciadores tóxicos em nossas vidas. Se você anda se sentido mal por não ser uma pessoa "perfeita", esse vídeo pode até fazer bem para você.

Após assistir ao conteúdo, me conta sobre como você lida com as comparações,  como você enfrenta as vulnerabilidades do dia a dia e se devemos nos preocupar em não nos tornamos tóxicos também.

 

 

 

 

Comunidade Marketing de Gentileza
Fernanda Drumond
Fernanda Drumond Seguir

Minha motivação de vida é ajudar as pessoas a escreverem suas histórias. Através do Princípio Editorial crio e compartilho conteúdo relevante para que novos autores escrevam, publiquem e divulguem seus livros de maneira independente.

Ler conteúdo completo
Indicados para você