[ editar artigo]

Saiba como dominar o medo de publicar seus conteúdos

Saiba como dominar o medo de publicar seus conteúdos

Se tem um sentimento que mais incomoda qualquer pessoa que deseja compartilhar seus conteúdos, seja escrita ou falada, nas mídias digitais, é o medo!

Spoiler: Se você continuar lendo esse artigo até o final, te passo algumas dicas de como começar a perder o medo e publicar seus conteúdos na rede!

Posso afirmar para você que, cerca de 95% das pessoas que eu atendo em minhas consultorias e mentorias, me revelam que só não publicam ou se expõe ainda nas redes sociais por medo de:

  • – julgamentos;
  • – críticas;
  • – falta de interação;
  • – por não acreditar em si próprio;
  • – por acreditar que o assunto não é interessante;
  • – de achar que ainda não está bom para postar;
  • – da comparação.

Eu sofri disso mas aprendi a dominar!

Sim, sabemos que muitas pessoas sentem esses medos, receios e travas ao publicar seus conteúdos por aqui. Não tiro a razão!

Sei porque, acreditem ou não, eu senti isso no começo quando eu escrevia e escrevia, mas na hora de publicar, o dedo travava.

Ficava me perguntando, será que está certo? Será que vão gostar? Será que alguém vai ler? Via muitas pessoas escrevendo conteúdos incríveis, compartilhando dicas bacanas e suas interações lá no alto.

Desejava ter isso também. A coragem para postar o que sabia e sentia e com isso, gerar muitas conexões com essa troca.

E não foi fácil o primeiro clique no “Publicar”.

Mas sabe que meu primeiro artigo levei 5 dias entre escrever e publicar, por acreditar que não estava bacana ou por medo do que iriam pensar.

Mas te digo que quando resolvi dar uma de Caio Carneiro e utilizar a minha sutil arte de tacar o foda-se e ver no que dava, foi um misto de frio na barriga com libertação.

Ali estava começando minha mais trajetória incrível, e que anos estava parada em mim, que é a arte de escrever, de compartilhar, de transformar sem medo de ser feliz.

Se você parar para analisar, existem duas das maiores travas que as pessoas sentem e que juntas acabavam te prejudicando. É o PERFECCIONISMO e COMPARAÇÃO.

Cara, essas duas situações são os maiores bloqueadores de nossas ações, resultados e conexões. Muitas pessoas acreditam que seu texto nunca está bom e que o conteúdo do outro sempre vai ser o melhor que o seu por isso é o mais correto para se ler.

E não! Não mesmo!

Você precisa

 

PARAR DE SE COMPARAR AGORA MESMO. PARAR DE ACREDITAR QUE O DO OUTRO É MELHOR QUE O SEU.

Tem uma reflexão que sempre gosto de falar, porque aprendi durante esses anos todos escrevendo e trabalhando com comunicação.

 

SEMPRE EXISTIRÁ ALGUÉM PRECISANDO DE VOCÊ E DOS SEUS CONTEÚDOS! DA SUA FORMA DE COMPARTILHAR, ESCREVER, FALAR, DEMONSTRAR.

Os outros podem até escrever bem sim, mas você também consegue.

Não deixe trava ou crença alguma te parar. Aprenda de uma vez por todas, a dominá-las. Usar isso como combustível para você sempre querer mais e continuar.

O que diferencia você das suas inspirações, são que essas pessoas não desistiram no primeiro obstáculo ou alimentaram seus medos, elas simplesmente resolveram não deixar nenhum bloqueio dominar. Resolveram bater de frente, olhar para esses sentimentos e falar:

EU POSSO, EU CONSIGO, EU VOU FAZER, VAI DAR CERTO E VOU TENTAR!

Se inspire e jamais se compare!

Existe uma diferença em se inspirar e se comparar. A primeira sempre vai te mover e fazer você buscar mais vontade de fazer e realizar, e a segunda te trava porque você acaba se colocando em último da fila.

Por isso, não tenha medo de compartilhar o que sabe, o que gosta, o que vai transformar.

Antes de tudo, você precisa acreditar em você. Acreditar que aquilo que você está compartilhando de fato, fará sentido, mudará caminhos, irá gerar resultados e inspirar pessoas.

Seus conteúdos sempre terão interação daqueles que querem te acompanhar. Pense nisso!

desistir não vai fazer você conquistar. Busque entender o que precisam, como você pode ajudá-los e com isso, dividir suas ideias, suas melhores soluções e ensinamentos. Isso fará de você uma pessoa e um profissional diferenciado.

  • Tem vontade de escrever sobre suas histórias? Escreva!
  • Tem vontade de falar sobre algum assunto? Fale!
  • Tem vontade de expor sua opinião? Exponha por favor!
  • Tem vontade de falar que discorda? Discorde sim!
  • Tem vontade de compartilhar seus ensinamentos? Compartilhe!

Leia mais: É tempo de aprimorar o seu olhar para os conteúdos e sua escrita

Só não deixa a vontade de querer trazer para nosso conhecimento toda essa sua expertise e trajetória, pelo simples fato de ter ver esses medos, receios e travas, tomarem conta e decisão do seu resultado final.

As críticas elas já existem, você fazendo ou não. Eles já te julgam por coisas pequenas, aleatórias e sem graça.

Então o que de melhor você pode fazer, é você simplesmente continuar e sempre focando em quem realmente deseja, precisa e quer os seus conteúdos.

Lembre-se que não se trata apenas de postar seu artigo, publicação ou vídeos. Se trata de ajudar, se ensinar, te transformar.

As pessoas que irão se conectar com você e sua forma de pensar, estão por ai, esperando você tomar aquela coragem para apertar o botão do “publicar” e fazer todo seu conteúdo vagar pela rede e transformar não só a vida deles, mas a sua também pelo simples fato de estar ajudando e não guardando para você.

Então, aprenda a dominar o quanto antes esses sentimentos e deixe o mundo conhecer você de uma vez por todas.

Como diria uma das músicas da cantora Pitty e que traz verdades sobre o medo:

Medo escorre entre os meus dedos (escorre)
Entre os meus dedos
Eu lambo os dedos
E saboreio meu próprio medo

Que tal começar a dominar, saborear e usar seus medos para te dar estímulos para compartilhar mais nas redes sociais?

Se você quer começar a perder esse medo, vamos as dicas básicas, eficientes e de resultados:

  1. — Planejamento! Nada dá certo se você não planejar o que vai escrever, como vai publicar e onde postar.
  2. — Frequência e prática, são necessários nesse momento. Quanto mais você se fazer presente na rede e praticar sua escrita e fala, mais tranquilo começa a ficar na hora das produções e publicações. Lembre-se da frase: a prática leva a excelência!
  3. — Publique o que sabe. Quando você domina o assunto, tudo fica mais tranquilo, pois você se sente seguro no que está dividindo;
  4. — Acredite em você. Sim, se você não passar segurança e confiança, não engaja, não dá resultado;
  5. — Seja autêntico. Cada vez mais eu bato na tecla por uma comunicação disruptiva, que quebre padrões, que traga sua essência, sua forma de pensar e agir;
  6. — A dica mais louca, mas que dá certo é não ficar lendo seu texto por várias vezes. Escreva, revise, peça para alguém olhar também, revise novamente e publique.
  7. — Buscar referências e inspirações ajudam muito. Mas lembre-se, só para inspirar. Nada de copiar ou se comparar.
  8. — Escreva ou fale sobre temas que realmente irão ajudar, ensinar, inspirar, conectar e transformar. Evite assuntos polêmicos que possam prejudicar sua marca pessoal e até fazer com que seus medos voltem e travem você.
  9. — Separe todos os assuntos que você gosta de falar e escrever e tire um tempinho bacana para repassar com calma na sua produção.
  10. Se for um artigo, desenhe os tópicos que farão parte desse texto. Se for um vídeo, prepare um roteiro simples para ter uma noção do que vai falar e se for publicação rápida, estruture para ser bem claro, direto e assertivo.

 

Gostou do artigo?

Topa o desafio de começar a escrever? Começar a desengavetar todo seu conhecimento e compartilhar para transformar jornadas?

Comunidade Marketing de Gentileza
Alessandra Frazão
Alessandra Frazão Seguir

Uma estrategista em Comunicação e Marketing Digital que acredita que comunicação é mais que comunicar. Comunicação é saber se conectar, transformar, influenciar e com isso fazer a diferença na vida das pessoas. Vem comigo! :D

Ler conteúdo completo
Indicados para você