[ editar artigo]

Plano Estratégico de Comunicação e Marketing

Plano Estratégico de Comunicação e Marketing

Pasmem! O plano estratégico de Comunicação e Marketing deve começar no setor estratégico! Parece piada, mas essa é uma redundância que realmente precisa ser dita, pois não é muito praticada.

O topo da pirâmide organizacional é quem, primariamente, precisa internalizar a comunicação e o marketing como fator estratégico na construção, propagação da missão e sucesso dos valores da instituição junto aos demais públicos.

Atenção aqui!!!

Só porque Comunicação e Marketing são estratégicos que sua prática deve se limitar a ações executadas pelo pessoal do alto escalão de gestão. Vem de cima, mas jamais para ser uma seta que esmaga e oprime. Entenda como um processo de tomada de decisão em um organograma cíclico e colaborativo.

É um plano que demanda sinergia:

Considerar a comunicação como um setor integrado nos processos internos de gestão estratégica, demonstrando seu papel eficaz nas relações interpessoais, interdepartamentais e interorganizacionais, na busca da sinergia organizacional para a consecução dos objetivos globais, criação de valores, cumprimento da missão, melhoria de desempenho, etc.

(KUNSCH, 2001)

 

Refletimos até aqui que o papel estratégico da Comunicação e do Marketing reflete no posicionamento deste setor no organograma da instituição. Agora vamos falar da equipe que atua direta e profissionalmente na área.

“Departamento de Comunicação e Marketing”

  • Comunicação significa “tornar comum”, “compartilhar”;
  • Marketing envolve “troca”.

Fica ainda mais fácil assim entender que as ações e os planos deste setor devem perpassar por todos os ambientes e projetos da organização.

A Comunicação e o Marketing são essenciais para a sustentabilidade, amadurecimento e sucesso institucional.

São esses profissionais que irão deter os conhecimentos e domínio das técnicas e ferramentas para fazer visível e firmar as potencialidades da organização em âmbito institucional, interno, mercadológico e demais âmbitos possíveis.

Então vamos repetir para fixar o conceito: o setor de Comunicação e Marketing da organização não pode ser considerado “mais um” setor administrativo enclausurado em si. Estes profissionais também executam atividades táticas e operacionais. Mas são, originalmente, estratégicos.

Então não tem lógica cobrar resultado relevante e estratégico se a instituição relega ao setor de Comunicação e Marketing o papel de atividade operacional e ponto. Não é?!

  • É o setor do “cartazinho e jornalzinho”;
  • Faz um post (aleatório sem engajamento) para rede social;
  • Vamos lançar um outdoor - com slogan batido;
  • Um evento festivo - onde as pessoas não sintam o que se tem a comemorar...

Essas ações terão valia apenas se desenvolvidos dentro de um planejamento coerente e integrado.

Então pronto! 

Percebemos que:

  • a tomada de decisão deve partir dos gestores do topo da pirâmide (não para ser destaque, mas para ser elo, ser parceria).
  • a alta gestão e a equipe profissional de comunicação e marketing devem tratar colaborativamente da visão e trabalho de forma integrada (envolvendo todos os setores).
  • Estratégias Integradas pois suas propostas perpassam por todos os níveis organizacionais, setores e ações da instituição e englobam todos os seus públicos.

Conta para mim o que achou dessa visão?

Quer saber mais sobre Comunicação Integrada?

Clique aqui e confira um artigo sobre a Comunicação Integrada como fator estratégico com exemplificação na gestão de instituições de ensino.

#comunicacaoestrategica #marketing #comunicacaointegrada #estrategia #planodeação

Comunidade Marketing de Gentileza
Bianca Piquet
Bianca Piquet Seguir

Formada em Comunicação Social, Jornalismo, e pós em Marketing Educacional. Minha paixão está nas áreas da Educação e Ação Social. Sou freelancer produtora de conteúdo e analista de mídias sociais. Vamos compartilhar conhecimentos e experiências?

Ler conteúdo completo
Indicados para você