[ editar artigo]

No mundo atual, sua voz é o "antigo" aperto de mão?

No mundo atual, sua voz é o

Em tempos de distanciamento social, contato físico está fora de questão. Então, faz-se presente o uso de reuniões e encontros por chamadas de voz e/ou vídeo.

E para sua marca pessoal, ser memorável faz parte do pacote, correto?

Portanto, os cuidados com a projeção da voz, entonação, dicção, articulação são items significativos, tanto em Português quanto em Inglês.

Para expressar-se em qualquer idioma é necessário aprender as regras gramaticais básicas, as expressões idiomáticas, o vocabulário técnico e construções mais complexas. O como se expressar é o que determinará o impacto da sua mensagem. A escolha de palavras com certeza é imprencíndivel no entanto, se ao abrir a boca e as palavras são pronunciadas sem entonação, articulação ou dicção claras e bem empregadas, sua mensagem passará despercebida, não será memorável. As pessoas terão dificuldade em ouvir você e não te darão atenção.

 

É comum, falantes de uma segunda língua, ao conversarem terem suas palavras finais "pra dentro", inaudível. Isso se dá pelo medo de ser julgado, ou o próprio julgamento de "não estou falando corretamente." Pode ser uma situação de timidez ou estar fora da zona de conforto. Ou ainda pode ser um problema que necessita de uma avaliação de um especialista fonoaudiólogo ou ainda de um psicológo. Esse é um passo que exige pratica e investigação, além de feedbacks de profissionais competentes.

 

Vale ressaltar que para a comunidade dos surdos-oralizados ou #surdosqueouvem,  a questão de entonação e melodia é passível de se adquirir praticando com um competente fonoaudiólogo bilíngue/trilíngue ou professores experientes e com metodologia adaptada.

 

Trago aqui o exemplo do filme biográfico O Discurso do Rei de 2010 do qual o futuro rei da Inglaterra retratado pelo ganhador do Oscar Colin Firth, sofre de um problema que traz dúvidas quanto a sua credibilidade, ele era gago. Para um orador de uma nação, o discurso tem nuances premeditadas, pausas reflexivas e a projeção de uma voz que passa confiança. No filme, o futuro rei encontra um especialista em oralidade nada ortodoxo. A começar por tratá-lo pelo primeiro nome e insistir que Sua Majestade o tratasse pelo primeiro nome também. Resumindo, o especialista investiga o que está por traz de sua gagueira e o encoraja a usá-la a seu favor. Entre as pausas, o princípe xingava aleatoriamente o que o fazia falar sem gaguejar, e continuava o treinamento do discurso. O especialista, brilhantemente interpretado por Geoffrey Rush, o leva a encarar sua gagueira de forma menos humilhante e o faz enxergar a capacidade da sua própria voz. Uilizando-se da entonação e das pausas maiores mas com convicção e auto-confiança, o Rei fez o discurso mais importante a beira da Segunda Guerra Mundial. Fica aqui a minha recomendação cinematográfica. Mas vamos voltar ao que você pode fazer para melhorar seu discurso, sua voz.

🔊 REPEAT AFTER ME!

A mais conhecida é a repetição. Repetir o que o ator do filme fala, usando a entonação, as sílabas tônicas, a melodia do personagem, sua memória auditiva passa a se beneficiar e a refletir nas suas falas.

Selecione um vídeo de um orador para uma Universidade dos Estados Unidos por exemplo. Não somente o conjunto das palavras emocionam o público, mas a maneira como ele as pronuncia. E repita. Pause, Repita. Grave sua voz. Ouça. Repita. Compare e analise.

 

Que tal um Tongue Twister? É no mínimo divertido!

Mais além, existem exercícios de respiração pelo diafragma, exercícios para articulação, dicção, entonação, projeção que todos os atores de teatro fazem, cantores, oradores, palestrantes. Todos utilizam alguma técnica de pré-preparação ou aquecimento vocal. Eu costumava fazer muito antes de entrar no palco ou em sala de aula. Hoje eu faço exercícios mais leves de respiração e controle de volume de voz.

Lembrete: Mantenha sua mente aberta para os exercícios a seguir e supere qualquer vergonha que tenha de praticar os exercicios. Faça-os no banheiro, tem um ótima acústica!

Crie um cronograma e coloque um prazo. Por exemplo:

  1. Grave um discurso. Pode ser um discurso de uma ator no Oscar ou de um Ativista ou Pacifista. Ou mesmo um Tongue Twister.  Salve-o.
  2. Faça os exercícios por 15 minutos, diariamente por 2 - 4 semanas.
  3. Grave novamente aquele primeiro discurso.
  4. Ouça, compare, analise.
  5. Tire suas conclusões. Se estiver em dúvida, peça a um amigo/a/e próximo para ouvir as duas gravações e te dar um feedback.

Deixo aqui 2 indicações para exercitarem o que está sendo proposto e deixar sua fala e voz memoráveis.

Elisa James é uma experiente profissional na área e que tem como objetivo fazer as pessoas se expressarem seja em assuntos pessoais, negócios ou TV.

Nesse vídeo especificamente, ela mostra no primeiro exercício descrições para os tipos de sons de voz! Excelente esse reconhecimento da sua própria voz. O vídeo está em inglês, áudio e legenda.

Three Tips On How To Improve Your Speaking Voice

Nesse vídeo em português do canal Eloquência, Claudia Mendes, fonoaudióloga e professora de oratória mostra um exercício para impostação de voz que ajuda na projeção da mesma.

Exercícios de IMPOSTAÇÃO DA VOZ

Sugiro explorar ambos os canais. Existem muitos exercícios e dicas importantes a cerca da melhora da sua oratória e assim passar mais confiança e conquistar seus objetivos seja numa palestra, numa entrevista de emprego, num small talk, numa apresentação numa reunião, negociação e afins. Tanto em Português quanto em Inglês. Lembre-se, você pode conquistar o mundo com a combinação de palavras adequadas aliadas ao tom único da sua identidade vocal.

 

Como todo novo aprendizado, é necessário testar. Dar o primeiro passo e daí você pode concluir que isso vai ou não te ajudar. E então siga procurando a estratégia que funciona para você. Mas jamais desista de mostrar o "poder da sua própria voz"!

 

Numa nota pessoal: Também gostaria de chamar a sua atenção a colocar em prática a Comunicação Não-Violenta. No meu Instagram, estou compartilhando trechos em inglês do livro do Marshall B. Rosenberg e conversando sobre essa necessária mudança na comunicação como um todo. Seja bem-vindo/a/e a colaborar!

 

💌Dedico esse artigo aos meus alunos que praticaram esses exercícios e mostraram significativas melhoras não só na fala, mas também na auto-confiança em falar Inglês. Hooray!!! 🙌

Comunidade Marketing de Gentileza
Evelyn Teacher🍏
Evelyn Teacher🍏 Seguir

Professora Particular de Inglês (online, adultos) / Idealizadora da Exit Labyrinth - Consultoria de Idiomas Meu propósito: Interiorizar saberes, exteriorizar atitudes. Entusiasta dos estudos da educação, psique, marketing, empreendedorismo e culturas

Ler conteúdo completo
Indicados para você