[ editar artigo]

Help, Hub, Hero: saiba como o YouTube pode ajudar você a criar conteúdo estratégico

Help, Hub, Hero: saiba como o YouTube pode ajudar você a criar conteúdo estratégico

Se, neste início de 2021, você já está pensando em como vai dar conta de criar tanto conteúdo ao longo de um ano inteiro, o YouTube vai te ajudar nessa missão. 

Com uma estratégia baseada em três tipos de conteúdo: Help, Hub e Hero, a plataforma recomenda um modelo de programação que combina consistência e frequência. Perfeito, não é?

Mas, antes de falarmos mais disso, preciso abrir meu coração.

Happy Issa Rae GIF by Insecure on HBO

Sabe promessa de ano novo? Daquela que é um compromisso tão sério com a gente mesmo que não dá para furar? Então, a minha foi começar a produzir conteúdo.  Cheguei a escrever um texto ali outro aqui no ano passado, mas a coisa não engrenou.

Foi então que, estudando as estratégias de marketing de conteúdo do YouTube, apliquei o seu modelo de programação para planejar o meu conteúdo no curto prazo. Comecei fazendo o exercício para o período até março de 2021.

E, olha, mesmo não tendo o vídeo como o meu conteúdo principal, vi muito sentido na lógica da plataforma. Com ela, consegui reduzir o tempo de planejamento do meu calendário editorial e partir para ação (leia-se: este primeiro texto em janeiro de 2021). Isso é histórico na minha vida, gente!

Então, compartilho aqui esta experiência. Até porque sabemos que para começar a criar conteúdo com consistência e frequência é preciso equilibrar a etapa de planejamento (super necessária) com a coragem de colocar o bloco na rua.  E, nesse momento inicial, acredito que alguns modelos podem ajudar muito, como é o caso da grade de programação do YouTube.

Dá uma olhada:

Entendendo Help, Hub e Hero

Fonte: Arte criada a partir de modelo do YouTube em https://tinyurl.com/y5ucd4t7

Na prática, funciona como uma pirâmide em que você produz mais conteúdo do tipo Help, na base; seguido por menor quantidade de Hub e, depois, Hero. Por isso, cada um desses tipos de conteúdo apresenta características próprias, que levam em conta o interesse do público e o tempo de produção, por exemplo.

Resumindo, é o seguinte:

Help: Responda às perguntas do seu público

É a base de sustentação da sua produção de conteúdo. Na prática, é o conteúdo mais frequente. Por isso, precisa ser fácil de produzir em quantidade sem perder a qualidade. Voltado para o seu público principal, ele é como sua marca registrada. Aqui, a palavra-chave é consistência.

Responder a perguntas e trazer soluções para os problemas do seu público podem render ótimas pautas para produção de conteúdo Help. Tutoriais e conteúdos "how to" são um bom exemplo disso.

Hub: Dê motivos para continuarem com você

O Hub é menos frequente que o Help, mas não chega a ser raro. Permite que você teste algo diferente da rotina, o que pode significar atender a um nicho do seu público principal. 

Séries são um ótimo formato para conteúdo Hub porque já trazem em si a ideia de algo com início, meio e fim.  Com elas, você pode explorar pautas específicas sem perder de vista o coração do seu plano editorial.   

Uma série de entrevistas é um bom exemplo de conteúdo Hub que serve tanto para um blog ou um canal do YouTube.

Hero: Não se esqueça de surpreender de vez em quando

O Hero  é um tipo de conteúdo inusitado para a sua audiência. É quando você pode surpreender o seu público com algo que ele não está acostumado. Por isso mesmo, é  raro e mais difícil de ser feito.  

Lives bem produzidas, com convidados relevantes, podem ser um tipo de conteúdo Hero. Apesar de terem se tornado muito populares durante a pandemia do novo coronavírus, as transmissões ao vivo ainda podem ter valor se você investir em oferecer conteúdos que se destaquem. Fazer da live uma oportunidade para as pessoas interagirem com nomes relevantes para o mercado é um exemplo.  

Como não é o tipo de conteúdo para ser feito em quantidade e com regularidade, tem potencial de surpreender e encantar a sua audiência. 

E agora? Como aplicar?

Reserve tempo para um brainstormig

Faça uma lista de pautas sobre as quais você tem o que falar e que são potencialmente relevantes para o seu público.

Depois, busque ligar as pautas ao tipo de conteúdo. O que facilmente pode ser transformado em Help, por exemplo? Qual assunto vai atender a um nicho do seu público, mas que ainda assim é relevante? O que demanda mais tempo para ser produzido?

Estimule o seu lado visual

Use o computador ou o velho papel-e-caneta para criar colunas com os três tipos de conteúdo e organizar as suas pautas segundo essa divisão. Visualizar todas as ideias de pauta assim divididas vai te ajudar a avaliar a consistência da sua futura programação, ou seja, o quanto ela traduz quem você  é e o que quer comunicar. 

Fiz este exercício como um pontapé inicial da minha produção de conteúdo neste novo ano que está bem diante de nós, cheio de possibilidades!

Espero que renda bons insights para você. 

E, como estamos aqui em uma comunidade de produtores de conteúdo, aproveito para perguntar:

Como você pensa a sua estratégia de conteúdo? Usa algum modelo ou técnica?

 


Crédito: giphy.com (série Insecure - HBO) / Banner feito no Canva www.canva.com 

Comunidade Marketing de Gentileza
Ana Carollina Leitão
Ana Carollina Leitão Seguir

Seja bem-vinda/vindo! Compartilho aqui saberes pluriversais para uma comunicação pensada com o coração. Trago vivências e aprendizados para ajudar quem quer entender melhor sobre gente e comportamento (incluindo aí você mesmo!). Vamos conversar?

Ler conteúdo completo
Indicados para você