[ editar artigo]

Sobre as 4 fases do marketing, mas e a 5ª?

Sobre as 4 fases do marketing, mas e a 5ª?

Sem sombra de dúvidas, o profissional de marketing precisa se reinventar a cada novo ciclo do mercado e é sobre isso que tenho estudado muito nos últimos dias.

O que são as fases do marketing?

As fases do marketing, são os ciclos e momentos que o marketing passou de acordo com as diretrizes de consumo, tipos de propaganda e como os 4 Ps do marketing (produto, preço, praça, promoção) se reinventaram de acordo com a evolução de cada uma delas.

Identificar as diferentes eras do marketing não é tão difícil, mas estar sempre antenado e disposto a aprender novas coisas pode ser uma tarefa um pouco mais desafiadora.

Quais são as fases do marketing?

Agora, para contextualizar melhor quais são as eras do marketing, ao pesquisar no google você facilmente encontrará o nome Philip Kotler.

Isso porque foi ele quem (pioneiramente) definiu cada uma dessas fases, que são:


Marketing 1.0:


Esta fase do marketing era concentrada no produto, e uma frase que ficou muito famosa neste momento foi do Henry Ford que disse que as pessoas poderiam comprar carros de qualquer cor, desde que fossem pretos.

Neste momento, os vendedores não estavam nada dispostos a mudar seus produtos para agradar o cliente, muito pelo contrário, os clientes se adequavam ao  que queriam comprar.

Marketing 2.0:

 Passado este momento, agora com mais lojas e uma maior competitividade entre os nichos, a propaganda e o marketing tiveram que se esforçar um pouco mais para atender ao cliente.

Nascia então, o marketing 2.0, este era mais centrado no consumidor.

Isso quer dizer que, as lojas precisavam ter mais estoques e para cada cliente, havia uma variedade específica do produto que atendiam exatamente às exigências do consumidor.

O que à primeira vista, pode parecer bem legal, afinal, quem não quer uma capinha de celular exclusivamente sua! 

Mas pensando melhor sobre isso, consegue imaginar o quanto de produtos não eram simplesmente descartados, sem pensar em sustentabilidade ou então num consumo mais consciente?

Marketing 3.0:

O planeta começou a reclamar, o que já não estava legal, ficou pior.

Os consumidores começaram a pensar um pouco mais sobre a lógica de consumo.

Muito influenciadas pela mídia e agora também pelas redes sociais, os termos "sustentável", "cruelty free", "vegano" e outros, começaram a se destacar nas prateleiras.

Definiu-se então o marketing 3.0, em que agora os valores da marca fazem toda a diferença! 

Se uma marca ainda não provou seus valores apoiando causas como a não destruição do meio ambiente ou então o repúdio aos testes em animais, elas são canceladas.

Os consumidores começaram a pensar melhor em para quem e que tipo de bolso vai seu dinheiro.

Marketing 4.0:

Se antes os valores da marca era pauta para as conversas da hora do jantar, agora as marcas também precisam construir um bom posicionamento social.

Isso significa que, no marketing 4.0 as marcas começaram a se concentrar em parecer mais humanas, criar mais conexão com seu público, agora é a era da comunicação!

Por isso, você tem visto nas latas de leite condensado, a história de pessoas que usam a marca, ou então na caixinha do panettone a história do primeiro produto vendido.

O storytelling  veio com tudo, e ele parece ser a chave-mestra para qualquer campanha!

Conclusão (ou não, né): 

E só para você saber, não pense que parou por aí viu, já tem gente vendo rumores de que o 5.0 vem aí, talvez algo como tecnologia para a humanidade. 

Será que está chegando mesmo, uma era em que precisaremos aprender a humanizar nossas relações com a tecnologia?

Ainda não sei, mas estou doida para ver o que vai acontecer, e você?

Comunidade Marketing de Gentileza
Rebeca Silva Galvão
Rebeca Silva Galvão Seguir

Tenho 23 anos e sou incansável na busca pelo saber, sou analista de SEO e aprendiz de Copywriter com um pezinho branding e sigo evoluindo meu 1% todos os dias!

Ler conteúdo completo
Indicados para você