[ editar artigo]

Seja a sua motivação: ser egoísta não é feio

Seja a sua motivação: ser egoísta não é feio

Um dos principais impulsos para começarmos a exercer qualquer atividade no nosso dia a dia, é com certeza a motivação.

Mas não é justo com o seu processo se a sua rotina, e seus resultados dependerem apenas da motivação para acontecer, certo? Isso porque um dia nublado, uma chuvinha mais chata ou então uma unha quebrada pode fazer com que seu cronograma inteiro vá por água abaixo.

Por isso é tão importante definir suas metas e objetivos que sejam realmente fortes o suficiente para a sua motivação para cumprí-las sejam capazes de ultrapassar qualquer barreira da falta de vontade ou então da procrastinação.

Pense bem, você deixa de fazer coisas ou então “fura” compromissos com outras pessoas tanto quanto tem colocado os seus consigo mesma de lado? Grande parte das vezes em que pergunto isso para as minhas amigas a resposta é: “Claro que não, isso me deixaria com uma imagem de pessoa irresponsável ou descompromissada”.

Então, porque você não se importa em ter essa imagem diante de seus propósitos consigo mesma?

A pessoa mais importante da sua vida é você mesma, por isso programar um momento do seu dia para que você satisfaça um desejo seu, tenha um momento de autocuidado não é besteira ou luxo, isso é colocar a máscara de oxigênio primeiro em você para que as outras coisas à sua volta também fiquem bem.

Por muito tempo - e até hoje - o “egoísmo” foi tido como um sentimento ruim, mas qual é mesmo o problema em colocar seus desejos, opiniões e interesses em primeiro lugar no seu dia a dia? Não há problema nisso.

Então, convido você a esta reflexão, quando terminar de ler estas poucas palavras, pegue um caderno e exercite o seu pensamento em você mesma, reveja seus desejos, as suas pretensões para o futuro, entenda as reais motivações e trace suas metas de forma realmente praticáveis.

Entenda também que este exercício vai fazer com que o seu plano saia do mundo das ideias e agora torne-se cada vez mais palpável.

Veja só este exemplo: Quero ter um futuro saudável, quero ser uma pessoa que não tem problemas em pegar algo do chão quando for mais velha, e também não quero precisar de ajuda para descer uma escada ou então pegar algo um pouco mais pesado de uma prateleira no futuro.

Se esta é a minha vontade, a minha meta de vida, a minha motivação é realmente forte e genuína, então vou me movimentar para tal, de que formas? Vou criar o hábito de me exercitar hoje, aumentar a minha ingestão de alimentos saudáveis, vou entender melhor o funcionamento do meu corpo e aumentar o meu consumo de água.

Perceba que são coisas muito simples de serem feitas e se eu tracei este objetivo para o meu futuro, eu não preciso me privar de coisas que eu gosto de fazer hoje, mas sim melhorar a qualidade do que eu já faço todos os dias.

E com o tempo vou potencializando um hábito e outro até que eu finalmente chegue ao meu objetivo, tendo constância, sendo gentil com as minhas limitações, mas mesmo assim sem parar e diminuindo a comparação com outras pessoas.

Ao final deste texto quero que você entenda - e é uma mensagem para que eu internalize também - cada pessoa tem seu próprio processo, tem um momento de vida diferente, condições diferentes e objetivos diferentes, não se regule ao momento de vida do outro e nem tente fazer com que a motivação do outro seja a sua também, porque isso não é forte o suficiente.

Me conte aqui nos comentários qual é a sua meta, e trace pelo menos 3 passos para que isso se realize, vou adorar saber qual é o seu compromisso!

Comunidade Marketing de Gentileza
Ler conteúdo completo
Indicados para você