[ editar artigo]

Dicas para ter um bom desempenho nos mecanismos de busca (SEO)

Dicas para ter um bom desempenho nos mecanismos de busca (SEO)

Existem diversas razões para criar site, mas, para que ele faça sucesso, é fundamental investir em otimização para mecanismos de busca (SEO) e assim obter um bom desempenho nos mecanismos de busca. 

 

Talvez você ofereça um serviço ou produto incrível, mas se o seu site não for capaz de atingir seu público-alvo, de nada adiantará fazer a sua criação. 

 

Se você deseja que seus potenciais clientes descubram seu site, a otimização de sites é essencial. 

 

O SEO — também conhecido como otimização de site ou otimização para mecanismos de busca — é um termo geral para as técnicas e processos que aumentam as chances dos sites classificarem bem nos resultados orgânicos de pesquisa. 

 

O Google, por exemplo, só vai mostrar o seu site em uma boa posição nos resultados orgânicos (não pago) se ele estiver otimizado. 

 

Mas, afinal de contas, como é possível ter um bom desempenho nos mecanismos de busca?

 

Neste artigo, daremos algumas dicas importantes quando o assunto é otimização de sites. Confira a seguir! 


 

Como melhorar seu desempenho de SEO

Antes de conferir as nossas dicas sobre otimização de sites, é importante que você compreenda que o SEO é emocionante. 

 

Todos os anos, o Google faz diversas alterações em seu algoritmo de classificação do mecanismo de pesquisa. 

 

Com isso, uma estratégia de SEO que funcionou no ano passado pode não funcionar mais este ano. Da mesma maneira, uma que funciona hoje pode não funcionar no ano que vem. 

 

Portanto, é muito importante acompanhar as atualizações que dizem respeito a SEO para que seu site nnao fique desatualizado. 

 

Dito isso, aqui está a nossa lista com algumas dicas para ter um bom desempenho nos mecanismos de busca. 

 

1. Foque na otimização de conteúdo

Para muitas pessoas, o SEO envolve publicar conteúdo regularmente, segmentar novas palavras-chave e obter links para as páginas. 

 

No entanto, quem possui mais experiência em SEO sabe que é possível aumentar o tráfego orgânico de maneira mais estratégica, otimizando o conteúdo existente.

 

A otimização de conteúdo inclui diversas técnicas, mas algumas delas são:

 

  • Incluir palavras-chave primárias e secundárias nas densidades corretas;

  • Ter uma contagem de palavras apropriada;

  • Garantir uma ótima legibilidade;

  • ter meta título e tags de descrição. 

 

2.  Aproveite as ferramentas de palavras-chave

A seleção de palavras-chave apropriadas para qualquer coisa que você produza é importante porque é assim que os usuários o encontrarão — por meio dos termos pesquisados. 

 

Mas, como você determina quais palavras-chave você deve seguir? Pesquise ideias de palavras-chave no Planejador de palavras-chave do Google (AdWords) e selecione algumas com um bom volume de pesquisa mensal médio. 

 

Dê uma olhada apenas nos resultados da primeira página, pois é isso que você deve buscar e veja se pode competir. 

 

Você também pode utilizar ferramentas de terceiros, como Semrush, Ahrefs e Moz, para medir a autoridade delas (autoridade da página, domínio autoridade, fluxo de citação, confiança, fluxo).

 

Assim, é possível determinar o quanto o conteúdo está otimizado para uma determinada palavra-chave. 

 

3. Construa um perfil de backlink

Backlinks são uma parte crítica do mix de SEO, mas também é vital entender como a autoridade da sua página é tratada, especialmente se você estiver em um nicho competitivo. 

 

O Google considera todos os links de saída em seu site tão importantes quanto os links de entrada. 

 

Se forem sites confiáveis ​​e de alto valor, isso influenciará a autoridade de sua página de maneira positiva e mostrará aos algoritmos do Google que você está oferecendo conteúdo de alta qualidade. 

 

A maneira mais fácil de considerar seus links externos é no momento em que você os cria, quando está escrevendo conteúdo. Certifique-se de usar apenas fontes confiáveis. 

 

4. Verifique se há links quebrados

Verificar se há links quebrados no seu site é uma maneira eficaz de melhorar sua classificação e melhorar a experiência que você oferece aos usuários.

 

Quando ocorre uma reformulação do site, algumas URLs mudam e links podem não funcionar mais. Isso é ruim tanto para a experiência do usuário quanto para o SEO. 

 

Os visitantes provenientes dessas páginas receberão uma página de erro 404, mas é importante que ocorra o redirecionamento para uma nova página. Quanto mais backlinks funcionais para seu site, mais alto nos motores de busca você será.

 

5. Tenha um site compatível com dispositivos móveis

Uma das últimas atualizações do Google tem como objetivo a otimização de site para dispositivos móveis. 

 

Se o seu site não for capaz de se adaptar a diferentes formatos de tela, reformule-o para que os usuários de dispositivos móveis possam visitá-lo. 

 

Isso porque o celular é o principal meio de acesso à internet no país. Portanto, você pode estar perdendo potenciais clientes se o seu site não aparecer nos resultados de pesquisa do Google para celular. 


 

6. Otimize suas imagens

Na internet, as imagens de qualidade tornam um site convidativo. Além disso, elas destacam o produto ou serviço que você deseja vender e dividem grandes blocos de texto para manter os leitores engajados. Portanto, você deve ter tempo para otimizá-las. 

 

O primeiro passo para otimizar suas imagens é reduzi-las a um tamanho gerenciável. Você deve manter cada imagem abaixo de um megabyte de tamanho; ainda menor se você tiver uma página com muitas imagens. 

 

Redimensionar imagens para uma resolução máxima de 1920 por 1080 pixels e usar os formatos JPG ou WEBP ajudará suas páginas a carregar rapidamente. Os mecanismos de pesquisa não gostam de sites de carregamento lento.

 

Certifique-se de que suas imagens também tenham atributos Alt adequados. O Google, por exemplo, não pode realmente ver as imagens que você envia para o seu site, mas os atributos Alt ajudam o gigante das buscas a categorizar suas fotos. 

 

Os atributos Alt devem ser uma descrição da imagem, mas não muito longa. Inclua cerca de 125 caracteres, no máximo. 

 

7. Reduza o tempo de carregamento do seu site

De acordo com a pesquisa de mercado do Google, 53% do público móvel sai de um site se ele demorar mais de três segundos para carregar. O tempo dos usuários da internet é valioso, portanto, não os incentive a sair do seu site devido a um carregamento lento das páginas. 

 

Você pode analisar a velocidade do seu site com o Google PageSpeed ​​Insights, Test My Site do Google ou Pingdom. Essas ferramentas oferecem informações detalhadas sobre como você pode melhorar o tempo de carregamento do seu site. 

 

Isso inclui a substituição de imagens ou scripts que podem demorar um pouco para carregar. 

 

Se você estiver usando o WordPress, remova todos os plug-ins que não sejam críticos para o seu site. Você também pode utilizar o WP-Rocket, um plugin do WordPress que armazena páginas em cache para tempos de carregamento mais rápidos.

 

Conclusão

A estratégia que você usa para otimizar seu site para os mecanismos de busca deve fazer parte de todo o seu plano de negócios. 

 

Ao incluir as práticas recomendadas, conforme descrito acima, você pode aprimorar efetivamente seus rankings e, finalmente, fornecer uma melhor experiência do usuário para seu público-alvo. 

 

As dicas que citamos neste artigo são apenas algumas das quais você precisa ter atenção para que o seu site obtenha um melhor posicionamento nos resultados orgânicos de pesquisa. 

 

Dito isso, mantenha-se atualizado sobre todas as técnicas de SEO importantes e sobre as atualizações feitas em mecanismos de pesquisa, especialmente quando se trata do Google. Se for preciso, contrate uma consultoria de SEO para te ajudar, e temos certeza que você terá muito sucesso em teu site. 

Comunidade Marketing de Gentileza
Lucas W. Pelisari
Lucas W. Pelisari Seguir

Ler conteúdo completo
Indicados para você