[ editar artigo]

Dia Internacional da Mulher

Dia Internacional da Mulher

De onde surgiu o Dia Internacional da Mulher? Por que em 8 de março é celebrado o dia da mulher?

Antes de partilhar essas informações, gostaria de partilhar uma situação chocante e constrangedora que aconteceu comigo quando eu tinha por volta dos 25 anos.

Uma história que reflete apenas um dos infinitos motivos pelo qual a pauta do Dia Internacional da Mulher precisa ser constantemente levantado e renovado.

"- O que você tem de tão importante para fazer se não tem marido e filhos?"

- Pasmem, ouvi isso de outra mulher! – Por isso, a pauta do Dia Internacional da Mulher é tão relevante!

Eu estava no fim do expediente arrumando as minhas coisas para sair. Quando uma supervisora (que não era da minha área direta) me viu e questionou em tom autoritário:

- Como assim já está indo embora? Ainda tem a atividade X para hoje.

- Fique tranquila, respondi, pois Fulana fará isso. Ela ainda está no horário regular de expediente. Não há necessidade de minha hora extra. E eu tenho um compromisso agora. Mas certamente o trabalho será feito!

Além do compromisso, eu havia passado mal ao longo do dia. Ainda assim, segui integralmente minha jornada de trabalho e sequer levantei a questão.

Foi quando ouvi a tal pergunta, feita com total indignação!

"- O que você tem de tão importante para fazer se não tem marido e filhos?"

Confesso que fiquei completamente chocada e sem resposta!

Era algo tão absurdo de se ouvir – principalmente vinda de outra mulher - que, naquele momento, só rolou uma “pausa dramática”.

Repeti, então, a frase sobre ter compromisso, tranquilizando que nada ficaria pendente.

Dei “boa noite”, virei as costas e sai.

Ao fundo a voz continuou bradando venenos.

#sororidade #empatia #diadamulher

Uma mulher que questiona a outra sobre a validade e importância de seus compromissos "já que não tem filhos e não é casada" demonstra o quão é limitada a sua percepção do papel da Mulher – na sociedade e na vida!

- Que outros absurdos você já ouviu por ser mulher?

“O Dia Internacional da Mulher é um evento político!”

Primeiramente, vamos reconhecer que todos os dias são dias de “luta” para as mulheres!

  • Luta para impor sua voz sem ser chamada de “encrenqueira”!
  • Luta para ter a segurança de sair sem sofrer assédio e violência – e ainda ser considerada a culpada.
  • Luta para não ser vista como a responsável pelos cuidados domésticos e criação dos filhos, inclusive quando trabalha fora e é responsável pela maior renda familiar.
  • Luta para ser independente financeiramente – em um mercado de trabalho que remunera as mulheres com salários inferiores aos dos homens, mesmo que ocupem as mesmas funções e cargos.
  • Luta para poder ser solteira sem ser vista como “coitada”, “abandonada”, “incapaz de segurar marido”.
  • Luta para criar os filhos com dignidade. Luta para escolher a hora de ter filhos! Luta para escolher não ter filhos!
  • Luta pelo direito de Lutar por seus direitos!

Dia 08 de março e a luta pelo direito da mulher

A data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975.

De fato, a luta das mulheres por igualdade de gênero, melhores condições de trabalho, independência financeira e do próprio corpo é muito anterior a essa data.

Então qual a razão do dia 8 de março ter sido eleito para representar essa causa?

Foi em honra a um grupo de operárias de uma fábrica de tecido de Nova York, que, nesta data, entraram em greve por direitos trabalhistas básicos.

O evento consagrou-se um considerado marco histórico!

Um desafio que está longe de acabar em face a realidade de desigualdade que as mulheres ainda vivenciam.

A mulher, assim como qualquer indivíduo, deve ser livre para ser o que ela quiser. Livre para fazer escolhas! Livres e dignas de respeito!

São tantos séculos de opressão patriarcal e machismo avassalador (e assassino) que a mulher que defende IGUALDADE de direitos é vista como “barraqueira”, como “louca”, como “mal amada”...

Mas é totalmente o contrário disso!

É preciso muito amor próprio para reconhecer e lutar por seus direitos e escolhas.

Muita empatia para perceber e acolher a dor do outro. Neste caso, “das outras”!

É preciso sororidade!

 

O que é sororidade?

Que palavra diferente é essa? O que sororidade significa? Já olhei vários dicionários e não encontrei!

#Sororidade é um conceito relativamente novo, diante de todo o seu grandioso significado. Sua terminologia destaca a ideia de fraternidade entre mulheres, uma união solidária e empática. Um olhar acolhedor de reconhecimento dos seus desafios e ação comum pela igualdade de gêneros e direitos coletivos.

Aja por Igualdade!

 “A campanha #ActforEqual (#AjaPorIgualdade, livre tradução)é uma iniciativa da ONU “para atrair atenção, entusiasmo e ação” para o próximo Fórum Geração Igualdade, a ser promovido de 29 a 31 de março, na Cidade do México, e culmina em Paris em junho de 2021. Por meio de uma plataforma virtual, o evento visa atrair “líderes, pessoas visionárias e ativistas de todo o mundo para impulsionar uma mudança transformadora e duradoura para as próximas gerações”.

Além do evento, este ano, a ONU reflete o pertinente tema dos desafios da mulher em meio a esse cenário de pandemia de Covid19.

Clique aqui para entender refletir e apoiar o tema.

 

O que essa data representa para você?

Quais os desafios você vivencia por ser mulher?

Comunidade Marketing de Gentileza
Bianca Piquet
Bianca Piquet Seguir

Formada em Comunicação Social, Jornalismo, e pós em Marketing Educacional. Minha paixão está nas áreas da Educação e Ação Social. Sou freelancer produtora de conteúdo e analista de mídias sociais. Vamos compartilhar conhecimentos e experiências?

Ler conteúdo completo
Indicados para você