[ editar artigo]

Conteúdo digital: cuide dele com carinho em 2021

Conteúdo digital: cuide dele com carinho em 2021

Planejamento de comunicação faz parte de um dos maiores desafios do setor: as empresas não têm tempo, muitas vezes, os profissionais não conseguem se dedicar a essa atividade e aí, entramos em um ciclo vicioso.

Acontece assim: a empresa não se planeja, pois vive na urgência e vive na urgência, pois não se planeja. O profissional, por não ser visto como estratégico, também não recebe da empresa apoio para se atualizar, capacitar e investir em cursos de  planejamento e comunicação integrada.

E no que isso resulta?

Um dos resultados desse problema que tem duas faces  é a quantidade elevada de campanhas com erros, posts sem relevância,  a confusão entre estratégia e tática e o pior: confundir quantidade com qualidade.

Outro erro é a empresa considerar que deve estar em todas as mídias sociais, sem fazer pesquisa, estudo e analisar as métricas. Sabemos que o Instagram pode ter um alto alcance, mas é uma rede em que temos pouca ingerência. E se ele acabasse? Como você se comunicaria?

Por isso, recomendo a todos os clientes que não foquem toda a Estratégia e tática APENAS nas redes sociais!

Além das mídias sociais, temos as mídias próprias, que são nosso site, blog,  newsletter e as mídias conquistadas, fruto da interação dos usuários (comentários,  reposts e etc)

A grande virada de chave é:  mídia própria é onde você cria relacionamento e converte. Redes sociais são cada vez mais ancoragem para os canais próprios da marca e mídia espontânea!

Pensando nisso, separamos algumas tendências de comunicação para inspirar sua empresa na hora de criar o planejamento de comunicação digital para 2021:

1. Olhar para o nicho tradicional de conteúdo, definindo-o um pouco fora do centro, para criar uma verdadeira área de diferenciação.

2. Diversificação. No momento adequado, ampliar o processo de publicação para canais adicionais.

Essa frase de Joe Pulizzi é uma grande inspiração para o trabalho de posicionamento e estratégia digital:

Avançar pequeno para ficar grande. Muitos fracassam ao não escolher um nicho de conteúdo que seja suficientemente pequeno. Eles temem que o nicho seja pequeno demais para monetizar. Nunca encontrei um caso assim. A maioria dos fracassos ocorre porque o empreendedor fica abrangente demais, e não estreito o suficiente.

Joe Pulizzi

Dessa forma, sabemos que  mídias sociais são muito importantes, mas são um espaço “alugado”.

Por isso, autores como Pulizzi e Rafael Rez apontam algumas tendências para 2021:

1. Fortalecer a chamada mídia própria e espontânea;

2. Criação de grupos e comunidades;

3. Segmentação na oferta de produtos e serviços;

4. Fortalecimento da presença digital além das redes, ou seja, tendo um blog forte, newsletter estruturada!

5. Predomínio de buscas mais qualificadas, por isso, entenda de SEO e use as palavras-certas para ser encontrado pelo seu cliente;

6. Trabalho data driven:  comunicação baseada em métricas e dados;

7. Menos e mais denso: slow content na produção de conteúdo;

8. Geração de valor para menor audiência viável (Seth Godin)

Gostou?

Comunidade Marketing de Gentileza
Isabela Pimentel
Isabela Pimentel Seguir

Consultora em Planejamento de Comunicação Integrada e Gestão de Crises |Mestre em Mídias Digitais (UFRJ) | Professora de Pós-Graduação.

Ler conteúdo completo
Indicados para você