[ editar artigo]

Marketing de Conteúdo: como dar nova vida a conteúdos antigos

Marketing de Conteúdo: como dar nova vida a conteúdos antigos

O Marketing de Conteúdo oferece uma tremenda oportunidade para as empresas impulsionarem os seus resultados. Ao oferecer conteúdo de valor e de alta relevância para a sua audiência, você pode melhorar sua reputação online, além criar uma comunidade e aumentar os defensores da sua marca.

Uma das grandes dúvidas dos produtores de conteúdo é "como consigo criar conteúdo de valor todo santo dia?".

Em primeiro lugar, não precisa ser todo santo dia — lembre-se que mais vale qualidade que quantidade. Em segundo lugar, é possível reaproveitar os conteúdos, transformando-os em novos formatos, para diferentes plataformas de mídias sociais.

NÃO SABE POR ONDE COMEÇAR?! CALMA!!!

Confira logo abaixo algumas ideias de como adaptar alguns dos seus conteúdos, dando-lhes um propósito completamente novo!

📍 Transforme um blog post em um infográfico, ou em uma apresentação do SlideShare ou, até mesmo, um vídeo (não se esqueça de aproveitar o exto para legendar o seu vídeo, aprimorando a usabilidade do seu conteúdo).

📍 Divida um artigo ou vídeo longo em partes mais curtas para que, desse modo, possa publicar esse conteúdo como uma de série.

📍 Junte pequenas partes de conteúdos antigos (desde que façam sentido juntos, claro) para criar um white paper ou um artigo mais longo.

📍 Crie imagens informativas com números, citações, destaques do post e compartilhe várias vezes nos seus canais de mídias sociais.

📍 Promova webinars e transforme a transcrição deste conteúdo em um blog post.

📍 Transforme algumas das suas postagens em uma série de newsletters educacionais (lembre-se que parte da sua audiência nunca receberá todos os conteúdos nos seus feeds nas redes sociais; uma newsletter com a compilação da semana, por exemplo, poderá preencher essa lacuna).

📍 Transforme um longo blog post em um ebook (esse tido de conteúdo é perfeito para angariar dados valiosos de potenciais clientes, o que será super útil para fortalecer a sua estratégia de e-mail marketing).

Não se esqueça de que os seus objetivos de marketing de conteúdo devem contribuir para alcançar os seus objetivos de negócios. Ou seja, devem estar vinculados à estratégia de marketing global da sua empresa!

A sua estratégia de Marketing de Conteúdo deve estar focada na Jornada do Cliente

Antes de iniciar o processo de criação de conteúdo, pense no propósito de cada peça que deseja criar. Certifique-se de que o seu conteúdo engloba todas as etapas da jornada do cliente, apoiando aos seus clientes em potencial em cada estágio para, por fim, desenvolver um relacionamento de longo prazo entre o seu cliente e a sua marca.

mapa Jornada do Cliente - Customer Journey map

Mas quais são as etapas da jornada do cliente e como os meus conteúdos se encaixam em cada uma delas?

Conscientização: nesta etapa, as peças costumam ser centradas em necessidades que os seus potenciais leads podem ter ainda no iníco da sua jornada de compra (topo do funil), podendo ser conteúdos que contem a história da sua marca, que eduquem a sua audiência, que informem ou entretenham o seu público-alvo.

Consideração: à medida que avançam para o estágio de consideração, os clientes em potencial vão querer saber mais sobre o seu produto ou serviço. Ajude-os a entender por que precisam de ajuda para superar o problema que têm diante deles, mostrando-os como outros resolveram problemas semelhantes no passado, por exemplo.

Decisão: ja neste fase da jornada, as peças devem ser desenvolvidas para ajudar os clientes em potencial a determinar por que o seu produto ou serviço é a melhor escolha para ajudá-los. Estudos de caso, depoimentos de clientes e análises específicas do trabalho que você fez no passado podem ser úteis nesta fase, já que os usuários acabarão por comparar diretamente com outros fornecedores (a sua concorrência direta).

Retenção: aqui, traga à tona as várias maneiras de obter o máximo do seu produto ou serviço, bem como maneiras de resolver problemas comuns e novos recursos fornecidos. Antecipar as perguntas que eles farão e abordá-las preventivamente também pode evitar que os clientes em potencial fiquem frustrados com as suas ofertas!

Advocacia (lealdade): por fim, mas não menos importante, peças que destacam as partes do seu produto ou serviço que transformarão os clientes em evangelistas da sua marca. Isso pode incluir conteúdos que destacam os seus valores corporativos, esforços para retribuir a preferência dos clientes ou, ainda, membros de equipe que façam a diferença no dia a dia do cliente.

Para concluir...

Embora os métodos utilizados ​​para a produção de conteúdo de valor possam mudar o tempo todo, os princípios básicos permanecem os mesmos: desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo de alto nível com base em dados confiáveis!

Por isso, analisar o desempenho do seu conteúdo é a melhor maneira de entender que tipo de conteúdo está gerando mais engajamento junto ao seu público-alvo. Partindo desse pressuposto, fica mais fácil determinar quais peças gerar a seguir.

E não se esqueça nem por um segundo que Marketing de Conteúdo não é apenas criar e distribuir conteúdo de forma aleatória para a sua audência. É toda uma abordagem estratégica que permite atrair e envolver um público claramente definido e, em última análise, gerar uma ação lucrativa do cliente para o seu negócio.

Ficou com alguma dúvida? Partilhe-a nos comentários e vamos trocar uma ideias sobre Marketing de Conteúdo!

*


Conteúdo EXCLUSIVO da Menina Digital para a Comunidade mais gentil do Marketing na internet!

 

Comunidade Marketing de Gentileza
Cláudia Assis
Cláudia Assis Seguir

Especialista em Marketing Digital, com foco em Marketing de Conteúdo, SEO e Inbound Marketing. Amo fazer com que as ideias para qualquer negócio saiam do papel e sejam aplicadas de forma criativa e eficaz e estou aqui para ajudar a MdG a crescer! 🤓

Ler conteúdo completo
Indicados para você