A comunidade está de cara nova!
Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Como melhorar a qualidade das legendas automáticas em seus vídeos

Como melhorar a qualidade das legendas automáticas em seus vídeos
Suzeli Damaceno
ago. 12 - 4 min de leitura
0 Curtidas
0 Comentários
0

Esse artigo tem como objetivo ajudar você a melhorar a qualidade do texto gerado automaticamente pelos softwares de legendagem e, com isso, reduzir seu tempo de edição.

Esse tipo de recurso tem melhorado muito ao longo dos anos e seu índice de acertos está cada vez mais alto. Mas ainda não é possível confiar totalmente nas legendas automáticas se você quer que seu conteúdo seja realmente compreendido pelo maior número de pessoas possível.

As legendas são imprescindíveis para pessoas com diferentes graus de surdez, inclusive as que utilizam implantes cocleares ou próteses auditivas.

Elas são muito úteis também a quem não tem deficiência auditiva, mas não pode ouvir o áudio por qualquer que seja o motivo. Eu mesma raramente assisto a vídeos curtos com som em redes sociais porque nem sempre estou com o fone de ouvido “a postos me esperando” e quero ganhar tempo. Com certeza tem um montão de gente como eu por aí.

Há também muitas pessoas, especialmente as neurodiversas, que utilizam a legenda como recurso importante para ampliar a compreensão dos detalhes daquele conteúdo que está sendo assistido e ouvido.

Quer saber uma outra curiosidade sobre o benefício das legendas? Quando são incluídas como arquivo de texto e não embutidas no vídeo (como é possível fazer no YouTube, Linkedin e Facebook), elas podem ser lidas também por pessoas cegas ou com baixa visão por meio do leitor de telas. E no caso do YouTube, é possível até traduzi-la para outro idioma.

Isso tudo é motivo suficiente para que a inclusão de legendas em materiais audiovisuais seja um dos critérios mais básicos de acessibilidade.

Assim, a primeira dica é nunca deixar seus vídeos sem legenda!

Agora, vou dar outras seis para você melhorar o resultado do que for captado pelos diversos aplicativos e softwares que geram a legenda de forma automática. Isso vai facilitar muito seu processo de edição e ainda tornará seu conteúdo mais fácil de ser compreendido.

Procure falar pronunciando bem cada palavra. Há várias dicas de exercícios para melhorar a dicção disponíveis gratuitamente na internet.

Fale próximo ao microfone cuidando para que não haja ruídos ao fundo. Se for gravar em ambiente externo, confira se o vento não está interferindo no microfone que está utilizando. Esse tipo de “chiado” pode prejudicar a transcrição automática e dificultar ainda mais a vida de quem vai assistir a seu vídeo.

Use frases curtas, preferencialmente em torno de 25 palavras.

Use frases na ordem direta: sujeito + verbo + complemento.

Prefira palavras simples e conhecidas.

Evite usar jargões ou termos muito técnicos e específicos. Mas se tiver que usá-los, explique o que significam.

Eu gostaria muito que você fizesse esse teste e me contasse se deu certo contigo. E se tiver mais alguma dica bacana para complementar essa lista, deixe-a aqui nos comentários, por favor! 😉

 


Descrição da imagem que ilustra este artigo: foto de jovem negro em sala montada como estúdio de gravação. Ele tem barba e cabelos curtos pretos, veste camiseta azul clara e usa fone de ouvido. Está sentado em frente a um celular que o filma e a uma mesa branca com notebook, microfone, equipamento de som e objetos decorativos. Ele sorri e acena com sua mão esquerda. | Crédito: DCStudio, Freepik.


Denunciar publicação

Suzeli Damaceno

Especialista e consultora em comunicação acessível, também coordeno o Movimento Web para Todos, Suzeli Damaceno - Consultoria | Cursos | Treinamentos

0 Curtidas
0 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você


Comunidade Marketing de Gentileza

Verifique as políticas de Privacidade e Termos de uso

A Squid é uma empresa Locaweb.
Todos os direitos reservados.