[ editar artigo]

A forma como você discorda e critica diz muito sobre você

A forma como você discorda e critica diz muito sobre você

Como é o seu jeito na hora de discordar de alguém?

De maneira violenta e tóxica ou não-violenta?

Podemos discordar das pessoas de duas formas diferentes. 

Observe os dois exemplos abaixo como se eu estivesse criticando e discordando de alguém numa rede social:

"Que texto mal escrito, post ridículo e desnecessário. Vc tem uma visão completamente errada, vai estudar um pouquinho antes de falar asneiras".

"Olá, tenho uma visão diferente sobre o assunto e gostaria de compartilhar com vc. Ao ler este post, eu me senti triste. Pois, ao utilizar o LinkedIn, eu gostaria de me sentir respeitada, assim como trato as pessoas. Tem uma pesquisa interessante sobre o tema. Topa ler também e depois me contar o que achou?"

A 1ª frase é carregada de julgamentos e ofensas. 

Já a 2ª tem a base da Comunicação Não-Violenta (CNV), método de Marshall Rosenberg com 4 pilares para diálogos mais maduros e gentis. 

Veja a aplicação e explicação da CNV:

"Olá, tenho uma visão diferente sobre o assunto e gostaria de compartilhar com vc. (Observação)

Ao ler este post, eu me senti triste. (Sentimento)

Pois, ao utilizar o LinkedIn, eu gostaria de me sentir respeitada, assim como trato as pessoas. (Necessidade)

Tem uma pesquisa interessante sobre o tema. Topa ler também e depois me contar o que achou?" (Pedido)

Interessante ver essa técnica explicadinha, né?

Compartilho isso com você, pois quando me perguntam sobre como fazer marketing pessoal, criar conteúdo e ter uma marca forte e respeitada, uma das primeiras coisas que eu respondo é: humanize seu marketing digital, humanize seu conteúdo! 

A lógica é simples: se você se preocupa de verdade em tratar bem as pessoas e valorizá-las, o que é mais provável acontecer? Elas te retribuirão e também te valorizarão. 

Ou seja, uma marca pessoa forte é construída com respeito mútuo e confiança.

Sério, pratique a Comunicação Não-Violenta e humanize seu jeito de fazer marketing pessoal nas redes sociais e compartilhar conteúdo. Lembre-se, tudo é conteúdo e conteúdo é relacionamento.

Bora praticar!

Se você gostou desse pequeno texto e exercício, acho que vai gostar muito do meu novo curso gratuito: Vai com a Cara e a Coragem

 

Comunidade Marketing de Gentileza
Laíze Damasceno
Laíze Damasceno Seguir

Fundadora do Marketing de Gentileza, LinkedIn Top Voice Brasil, mentora de marketing, escritora e palestrante. Ajudo pessoas e negócios a conquistarem o reconhecimento e a confiança do público por meio de estratégias de mkt e conteúdo humanizado.

Ler conteúdo completo
Indicados para você