[ editar artigo]

12 dicas para ser um profissional antenado

12 dicas para ser um profissional antenado

Muito se fala de tecnologia, mas é o nosso comportamento que está nos causando problemas e estagnação.

Você já parou para pensar como o mercado vê você?

Em minhas mentorias, encontro profissionais perdidos com a questão da imagem.

Tenha em mente que você é uma marca e como tal, precisa investir e cuidar da sua "propaganda", certo?

E como fazemos isso no dia a dia, já que a nossa imagem é percebida pelo outro, através das nossas atitudes?

 

As pessoas podem não lembrar exatamente o que você fez, ou o que você disse, mas elas sempre lembrarão como você as fez sentir.  Maya Angelou

   

Para ajudar  você nessa construção, vou compartilhar melhores práticas  que fazem total sentido para mim, na construção da minha marca.

Pontualidade

Você pode achar normal chegar atrasado ao um encontro ou talvez seja corriqueiro não cumprir seus prazos, mas tenho certeza que quem espera não acha.

Essa atitude é a pior de todas, por que demonstra falta de comprometimento total, interferindo na sua produtividade e principalmente na sua imagem. 

Esses dois cenários refletem muito, sobre os valores que você pratica e a forma com que você se importa com o outro.

Hoje ninguém tem tempo a perder e por isso, precisamos ser respeitosos com tempo alheio.

Transparência

Uma das características que se destaca quando me conhecem, é que eu sou igual a foto dos meus perfis e também tenho o humor  e as atitudes que imaginavam.

Ser transparente em suas ações levam a isso.

Se relacionar por esse mundão online é complicado, por que a maior parte do nosso conteúdo é feito em palavras e cada um, interpreta o que lê, de acordo com o seu sentimento no momento.

Pelos meus textos, expresso quem sou de verdade.

Gosto de falar palavrão, mas sou contida em alguns momentos,  porque nem todo mundo admira, apesar de ser dessa conforma que construímos as conexões. 

Não existe certo ou errado, mas quando nos conectamos com alguém, seja no mundo online ou offline, nos conectamos primeiro pelos valores e por isso a transparência é tão importante. 

Criatividade

Estimule sempre a sua.

Não tem essa de dizer que não é criativo, todos nós somos, o que acontece é que crescemos e paramos de achar que isso não é mais necessário.

O que é péssimo, porque o mercado está pedindo cada vez mais isso, mas para sermos criativos precisamos estar aberto ao novo, enxergar além do que está a nossa frente.

E será que você está aberto a isso?

Dica de ouro:

  • Faça caminhos diferentes;
  • Tente resolver um problema de uma forma nova;
  • Esteja aberto a ouvir opiniões;
  • Leia livros diferentes do que está habituado;
  • Olhe para o mundo a sua volta.

Inclua no seu vocabulário as seguintes perguntas: 

  1. Por que não?
  2. Será que não pode ser assim?
  3. E se puder fazer desse jeito?

Nosso cérebro é fantástico e criado para aprender coisas novas todos os dias, então porque limitamos o seu uso?

Gentileza

Seja aquela pessoa que todo mundo quer ter por perto.

Já temos críticos demais, não acha? Seja divertido, demonstre interesse genuíno pelo que o outro está dizendo ou fazendo, haja com empatia, distribua sorriso e esteja sempre disposto a ajudar ou apenas ouvir se for o caso. 

Ser gentil para mim não é esforço, sou apenas eu mesma, e isso vai fazer toda a diferença, nos meus relacionamentos. 

Deixe seu mau humor de lado

Não existe nada mais chato, do que pessoa mau humorada.

Eu convivi por 2 anos com uma funcionária que parecia que nunca sorria e que estava sempre de mau humor, consegue imaginar?

Ninguém queria ficar perto dela e ela não conseguia entender porque.

Sei que você pode estar passando por vários problemas, mas a pergunta é: O que os outros tem a ver com isso? Vai adiantar viver assim? 

Todos temos problemas e nem por isso ficamos distribuindo "patadas" por todo canto.

Sempre que percebo o meu humor ruim, fico quieta no meu canto e evito contato com as pessoas. 

Se alguém pede minha opinião em um período de "caverna", explico que não estou em um bom momento e se posso responder depois.

Não quero que os meus problemas influenciem na minha avaliação.

Autoconfiança

Quem me conhece com certeza já ouviu falar:

Se você não acredita em suas capacidades, quem é que vai acreditar?

Sei que o desemprego interfere na auto estima, te deixa desacreditado de suas capacidades, mas você não é o único que foi abalado com a crise.

Você é capaz de tudo!
Não existe limite para aonde você quer chegar.

A sua condição atual não resume quem você é. 

Até aqui você já teve muitas conquistas e precisa valorizar isso.

Algumas pessoas consideram que "vender" suas qualidades, é demonstra soberba quando não é.

Falar sobre seus resultados e conquistas é importante para que o outro saiba. Não espere que a valorização venha de terceiros.

Ousadia

Hoje em dia, quem se destaca são os protagonistas, aqueles que lideram a mudança que desejam para suas vidas.

Entendo que nem todos ter esse perfil, por várias questões, mas ter as rédeas de sua vida e não deixar que tudo seja guiado por ações externas, faz toda diferença.

Quantas vezes você já teve uma ideia sobre um algo e ficou esperando o momento certo de falar e do nada, alguém vem e fala a mesma coisa e você ficar a ver navios.

Ou já ficou martelando um pedido na sua cabeça, onde você só teria duas respostas: Sim e Não (normalmente o não já é certo) e quando você foi pedir a resposta foi SIM.

Não perca as oportunidades que o mundo te apresenta, por medo ou julgamento dos outros.

Enquanto você está ai parado, outras pessoas estão conquistando seus espaços.

 

Olhe para dentro

Nada disso do que falei até aqui faz sentido, se você não se conhecer.  Praticar o autoconhecimento é essencial para muitas coisas na vida. 

Se você fosse sabatinado com essas perguntas, saberia responder: 

  • Quem é você?
  • Qual a sua contribuição para humanidade?
  • Quais são aos seus valores inegociáveis?
  • Qual o seu propósito?
  • O que te faz feliz?

E esse é o ponto que falta em muitos profissionais. Sei que não fomos ensinados a olhar para dentro, mas no momento que vivemos isso faz diferença enorme para que você se destaque.

Como eu vou decidir que caminho tomar na minha vida, se eu não sei para aonde quero ir? 

Temos o hábito de viver no piloto automático (isso não é bom), porque desta forma, não damos o real valor a tudo que fazemos. 

No momento que a gente se conhece, fica mais fácil conhecer o outro, entender aonde quero chegar e aonde não quero estar.

 

Dê sua opinião

Conheço muitos profissionais que preferem se esquivar ao invés de compartilhar suas opiniões, porque não querer se comprometer.

Agindo assim você se omite e perde uma grande oportunidade de expor seus pensamentos, que poderiam ser grande valia para as pessoas a sua volta. Sem falar que agindo assim, você permite que outras pessoas façam escolhas para a sua vida.

É claro que você não vai sair por ai dando opinião sobre o que não sabe (não é para se queimar), mas se você tem o conhecimento sobre o tema, vale muito a pena contribuir, principalmente no mercado atual que vivemos, onde o pensamento crítico é muito valorizado

Escute com atenção

Quantas vezes você não parou de fazer o que estava fazendo, quando alguém começou a conversar com você?

Sabe que quando isso acontece, você não ouviu NADA do que o outro falou, né?

É muito importante demonstrar atenção. O ideal é parar tudo que está fazendo e ouvir o que o outro tem a dizer.

Já comentei por aqui, que o tempo é precioso e se alguém está te procurando para contar algo é porque confia em você. 

Se por acaso não for possível naquele momento, explique a pessoa e combine um outro horário.

Outra dica: é ouvir de forma genuína, sem julgamento sobre o que o outro está contando.

Muitas vezes dividimos algo com alguém e a pessoa já tem a resposta pronta, sem ao menos pensar. Sem falar que nem sabemos se a pessoa quer opinião ou apenas compartilhar. Lembra da empatia?

E a propósito: 

Todo mundo tem solução para a vida do outro, mesmo que sua esteja uma bagunça, né?

Não de atenção a opinião alheia

Uma das primeiras coisas que aprendi quando passei a gerar conteúdo pelas redes sociais é: as pessoas vão criticar, vão dar opinião sem interpretar seu texto e vão até debochar, mas isso diz muito mais sobre elas do que sobre mim.

Ninguém é obrigado a concordar com suas ideias e isso é bom.  Só é necessário ter respeito e disso não podemos abrir mão.

Isso não quer dizer que você não se importa com a opinião do outro, o debate é super válido e enriquecedor, mas precisa ser feito de forma agregadora.

Quando você leva em consideração a opinião do outro, você está vivendo a vida dele e não a sua.

Hoje em dia temos muitos profissionais bons como medo de serem julgados e deixam de viver a sua vida na plenitude.

Meu conselho é: não ligue para isso, crie a sua história. Todo mundo tem algo único que precisa ser compartilhado.

Lifelong learning

Esteja sempre em constante crescimento, isso tem que ser primordial na sua vida.

Não pense que não precisa aprender mais nada, o mundo está caminhando para uma evolução exponencial e cada vez mais precisamos aprender coisas novas. 

É claro que você não precisar dar conta de tudo, até porque não conseguimos, mas considere o que é primordial, o que está alinhado com o seu objetivo, faça uma curadoria do que é relevante para você.

Somente dessa forma você vai conseguir enfrentar os desafios desse mundo VUCA que vivemos.

Não limite seu campo de estudo apenas ao que você faz hoje ou a um curso superior.

Avalie o que a vida te mostra e estude sobre coisas diferentes também, abra a sua mente para novo e isso pode ser feito de forma online, através de livros, vídeos, palestras e até com um bate papo informal com quem detém um conhecimento que não temos.

E essa é a conclusão que avalio sempre:

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

 

Não existe certo ou errado, mas melhores práticas que podem te ajudar no dia a dia. 

Se você tiver mais alguma dica, compartilhe comigo e assim aumentamos a lista de boas práticas, para se tornar um profissional que o mercado deseja. 

 

Comunidade Marketing de Gentileza
Priscilla Couto
Priscilla Couto Seguir

Sou Mentora de Carreira, apaixonada pelo Linkedin que me fez chegar até aqui. Sempre atuei em Callcenter em 2018 me reinventei, trabalhando diretamente com Desenvolvimento de pessoas. Capricorniana nata que adora post ir e canetas coloridas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você