[ editar artigo]

Liderança Feminina: 10 dicas para fazer Networking e melhorar seu Marketing Pessoal

Liderança Feminina: 10 dicas para fazer Networking e melhorar seu Marketing Pessoal

Fazer networking não é uma atividade fácil para todos.

É comprovado por uma pesquisa GEM (Global Entrepreneurship Monitor) que a mulher brasileira é a que menos faz networking.

E por mais que as mulheres sejam reconhecidas pela habilidade de comunicação, alguns entraves podem atrapalhar o desenvolvimento correto desta ferramenta tão necessária, para elas.

Para melhorar esta habilidade, separei aqui 10 dicas para você entender que fazer networking é possível, porém, deve ser colocado como uma das prioridades se seu objetivo é galgar novos e melhores negócios ou crescer na carreira. E assim, alavancar seu Marketing Pessoal.

São elas:

1. Relacione os seus objetivos com os contatos que já tem

Sabemos que tempo é nosso maior patrimônio. Listar o que se quer como objetivo profissional e/ou de vida é uma forma de lembrar com quais pessoas gostaria de fazer e manter contato. Ter este cruzamento de dados ajuda a ser mais focada na direção que almeja chegar, por meio de conexões, já existentes.

2. É uma troca constante, não somente quando precisa

Muitas pessoas erram ao pensar que fazer networking tem período para começar e acabar. E que geralmente acontece quando se precisa de algo. Fazer networking é se importar em começar e manter um relacionamento, em que uma troca deva ser estabelecida, e continuamente. Nem sempre esta troca acontece no mesmo momento, mas deve ser assim pensada. Primeiro ofereça ajuda para que possa receber quando precisar.

3. Coloque esta atividade de “se relacionar” na sua agenda

Sabemos que muitas atividades ainda acabam sendo lideradas pela mulher, principalmente em casa e na família. E com isso, pouco tempo acaba sendo dedicado a este momento de bate papo e troca de experiências de negócios por ela.  A sugestão aqui é separar um momento para isto, não somente com grupos de pessoas conhecidas, como também com pessoas que você não conhece e gostaria de se relacionar. Às vezes abrir a sua agenda e a sua mente para fazer novos contatos é tudo que você precisa.

4. Vá sozinha ou acompanhada, mas vá

Não espere ninguém lhe acompanhar para ir a um evento que você queira participar,  seja para entrar em um clube do livro ou para participar de um grupo de networking de carreira ou negócio.

Vá, se entregue, conheça outras pessoas, fale das suas habilidades e talentos, ajude quem precisa e demonstre sua clareza para dizer porque está ali. Você é responsável pelo o que quer construir na sua carreira.

5. Escolha a mesa que você queira sentar

É sobre ter foco! Não precisa participar de todas as redes, eventos ou reuniões, porém é importante escolher onde quer se sentar e perto de quem gostaria de estar.  Deixe isso bem claro para você mesma! E vá atrás!

6. Se posicione, independente de onde esteja

Já vi casos de pessoas que não participaram de algumas redes, por se sentirem minoria. Ainda é fato: quando mais alto for o cargo, menor a presença feminina nele. E alguns grupos de networking a presença feminina ainda é baixa. Não se sinta intimidada, julgada ou com menos poder de fala. Aja sempre com seus princípios e valores. E seja autêntica.

Grupos diversos sempre acrescentam e ajudam a crescer os negócios.

7. Comunique aos seus contatos quais são seus próximos passos

Embora para você possa ser óbvio o que tem feito, qual a sua área de domínio e como você entrega, para muitas pessoas você precisará explicar algumas vezes, mostrar o seu trabalho e próximos passos que quer dar. Deixe claro para sua rede onde você quer estar. Assim as pessoas poderão te ajudar a chegar onde você quer de forma mais rápida.

8. Negócios são negócios. Amizades são amizades

Antes de entrar em qualquer rede de networking saiba separar o que é negócio de amizade. O que não quer dizer que um não possa trazer o outro, mas negócios continuam sendo negócios e amizades são relacionamentos pessoais. Não deixe que um interfira no outro.

9. Você não é obrigada a nada

Entre em grupos de networking, faça novos contatos, apresente seus objetivos e apareça como marca pessoal. Mas lembre-se: você não é obrigada a nada. Não aceite qualquer parceria, não faça o que não esteja de acordo com os seus valores, não perca sua autenticidade para agradar ninguém. Fazer networking é um ganha-ganha. E se não estiver bom para você, não hesite em sair.

10. Você é a média das 6 pessoas com as quais você tem se relacionado

Como quem você tem se relacionado? Pense nisso! As pessoas também formam uma imagem a seu respeito pela assimilação a quem você se associa ou conhece. Escolha as suas relações. Mantenha as que de fato sejam frutíferas para você, seja para seu próprio ganho, como para o que você quer e pode ajudar o outro.

Espero que tenham sido úteis a vocês. São todas baseadas em minhas experiências, em pesquisa que faço do assunto e também em estudos de casos de clientes, os quais eu atendo.

E lembre-se, somos ótimas comunicadoras, mas sempre podemos melhorar nossa habilidade de nos relacionarmos, genuinamente e com objetivos claros.

Comunidade Marketing de Gentileza
Cinthia Almeida
Cinthia Almeida Seguir

Cinthia Almeida é formada em Publicidade e Propaganda, com MBA em Marketing e especializações em Personal Branding, Gerenciamento Global de Negócios e Liderança Feminina. É apaixonada por ouvir boas histórias, aprender, criar e executar projetos que

Ler conteúdo completo
Indicados para você